Curitiba e mais cinco cidades brasileiras batem meta da ONU na redução de morte em acidentes

Curitiba e mais cinco cidades brasileiras batem meta da ONU na redução de morte em acidentes

  • Post category:TRÂNSITO

Curitiba está entre o grupo de cidades brasileiras que reduziram o número de mortes no trânsito. Além da capital do Paraná, Aracaju, Belo Horizonte, Salvador, Rio Branco e Porto Alegre também atingiram a meta de 50% da redução de acidentes, entre os anos de 2011 até 2020, estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU). 

A pesquisa leva em conta o índice de mortes para cada 100 mil habitantes. A capital paranaense teve o quinto melhor desempenho ao baixar a taxa de mortalidade no trânsito em 50,72%, no período de 2011 a 2018. 

Capitais como Recife, Fortaleza, São Paulo, Belém e Campo Grande também apresentaram reduções e devem alcançar a meta até o próximo ano. De acordo com informações do SUS, cerca de 36 mil pessoas morrem por ano no Brasil, todos os anos, em acidentes de trânsito. 

Política públicas  – Com representação da ONU, o programa “Vida no Trânsito (PVT)” tem o objetivo de fortalecer políticas de prevenção de lesões e mortes provocadas por acidentes de trânsito, a partir de análises, proposições e pela integração dos setores envolvidos. Em Curitiba, o programa é liderado pelas secretarias da Saúde e Defesa Social e Trânsito, responsáveis pela compilação e avaliação dos dados, que servem de subsídio para o planejamento de ações. Pelo cálculo oficial adotado pelo PVT, Curitiba já reduziu as mortes no trânsito em 46,5%, desde 2011, com a perspectiva de atingir a meta até 2020.

Segurança no trânsito – Enquanto as secretarias de planejamento e a legislação fazem o seu trabalho para reduzir o número de casualidades no trânsito, motoristas precisam se conscientizar para mantê-lo mais seguro. No Brasil, estima-se que, a cada 15 minutos, uma pessoa morra em decorrência de um acidente de trânsito. 

Cada atitude e gesto de responsabilidade contribuem para a diminuição dessas estatísticas. Tenha sempre responsabilidade no trânsito e mantenha-se com a documentação em dia para evitar problemas com a fiscalização. Quer saber mais? Saiba como o Simead pode ajudar você! Acesse o site do curso.

Gostou do post? Precisa ou conhece alguém que precisa do curso de Reciclagem? Compartilha pelos canais abaixo!